Segunda-feira, 13 de Agosto de 2007

Opinião #33

Exemplo de burrocracia pura.
Em Portugal a imaginação dos legisladores consegue ser mais tortuosa do que qualquer argumentista de Hollywood. Cada receita médica tem 4 campos, onde teoricamente se podem receitar 4 medicamentos diferentes. Mas diz a lei que só se podem passar 4 embalagens por receita e nunca mais de 2 por medicamento.
Ou seja, se eu tomar regularmente 4 medicamentos – o que não é usual nos utentes que mais recorrem aos Centros de Saúde – o médico ou passa 2 receitas, ou tem que deixar um ou mais campos vazios caso atinja um total de 4 embalagens…
A consequência? Mais idas aos Centros de Saúde só para ir “buscar receitas, Doutor”.
Motivos por trás desta tortuosa legislação para além da simples burrice? Talvez. Cada ida ao Centro de Saúde rende uma Taxa Moderadora e são os médicos quem paga ao Ministério da Saúde as receitas (aproximadamente 25 cêntimos por cada uma).
publicado por joao moreira de sá às 07:51
link do post | opinar | favorito

Arcebispo de Cantuária

Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 43 anos. Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever. jmoreiradesa@gmail.com

links

posts recentes

Resistir à mudança ou ser...

Preocupam-me os velhos qu...

Durante quantos anos vão ...

Volta ao mundo em 80 espe...

"de Lisboa a Bruxelas são...

Tenho a casa a arder. Qua...

Saramago, o evangelizador

Ó senhores do Barclays, n...

O país tem furos!

As desculpas de Passos Co...

subscrever feeds

blogs SAPO