Terça-feira, 21 de Agosto de 2007

Opinião #42

O mais grave do "apito dourado", entre corrupção de árbitros, tráfico de influências ou mesmo envolvimento de magistrados é mesmo o provincianismo quase salazarento da coisa.
publicado por joao moreira de sá às 07:27
link do post | opinar | favorito

Opinião #41

Se as pessoas querem continuar a fazer férias, viajar para outros países, então é melhor irem-se habituando a incluir o factor "alterações climatéricas" e fenómenos associados, como os presentes furacões. Apesar de dar na tv, é real e está a acontecer agora. Nós é que estamos a fazer o que só os humanos conseguem fazer, assobiar pró lado, por a culpa no vizinho. Só que não há vizinho... (dizem).
publicado por joao moreira de sá às 07:26
link do post | opinar | favorito
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2007

Opinião #40

Pacheco pereira, não tendo a idade, tem daquelas caras do avô que nos prega grandes secas mas que adoramos ouvir e por quem é impossível não sentir carinho. Imagino os netos, se os tem, a puxar-lhe as barbas enquanto lhes fala da relação de forças entre Irão e Estados Unidos.
publicado por joao moreira de sá às 08:30
link do post | opinar | favorito

Opinião #39

Ouvi a indignação do treinador do Leiria e o homem tem toda a razão.
publicado por joao moreira de sá às 08:30
link do post | opinar | favorito

MusicOpinião #1

No caso do Mika é uma pena "Grace Kelly" ter sido um "acidente".
publicado por joao moreira de sá às 08:30
link do post | opinar | outras opiniões (1) | favorito

Pensamento #25

Um trabalhador que vá substituir outro num turno, seja um animador de rádio, um médico, um operário, tem sempre e em toda a parte que chegar obrigatoriamente a horas.
Na imprevisíbilidade de não saber se há trânsito, um belga ou um holandês optará sempre por chegar mais cedo se não o houver do que chegar atrasado.
Um português optará sempre por sair de casa em cima da hora esperando que não haja confusão.
E o pior é que se houver e chegar atrasado, o colega não leva a mal. A ele também lhe acontece…
publicado por joao moreira de sá às 08:29
link do post | opinar | favorito

Opinião #38

Os senhores políticos têm as prioridades todas trocadas, não têm? O poder não tem a mínima noção da realidade. A "malta" quer lá saber do sigilo bancário. Já estamos habituados a que façam o que querem, que diferença faz que olhem para as nossas misérias. Quem não deve não teme e mais importante que a liberdade de ser eu a decidir quem pode ver o meu extracto bancário é a liberdade de saber que todos cumprem as mesmas regras.
O que "nos" importa é que não nos passem multas ridículas porque naquela descida não conseguimos travar o suficiente para não ser "apanhado" pelo radar a 58km/h. É que talvez não saibam mas isto faz gastar mais gasolina e as revisões são um balúrdio.
Têm todos tantos assessores, já consideraram ter um que seja uma pessoa normal?
publicado por joao moreira de sá às 08:28
link do post | opinar | favorito

Opinião #37

No futebol parece que começar a época a jogar mal e/ou a perder é normal.
Eu talvez seja uma pessoa esquisita mas isto a mim não me parece normal, apesar de parecer estar em linha com o país. No trabalho é similar, "você não anda a fazer nada", "sabe como é chefe, acabei de vir de férias...".
publicado por joao moreira de sá às 08:28
link do post | opinar | favorito
Terça-feira, 14 de Agosto de 2007

Opinião #36

Vai seu uma festa! Cada vez que for mandado para pela policia vou passar a fazer uma visitinha ao hospital. Garantido. Porquê? Porque sofrendo de uma perturbação de ansiedade, vulgo, “Ataques de Pânico”, que se não forem controlados por um medicamentozinho diário chamado – no meu caso – Dumyrox, um ansiolitico, me tornariam agorafóbico e sendo portador de tatuagens visíveis, é mais que certo que a cada Operação Stop lá me vai ser solicitada a dose de saliva para o teste, dá positivo e, conforme o Sr. Simões, Secretário de Estado, terei que me dirigir (como? com quem? onde é que deixo o carro?) a um hospital para ver “avaliado” por um médico.

Para ajudar à festa, acresce que se este médico não for psiquiatra ou psicanalista, é muito provável que pense que estou “na tanga” (um gajo com tatuagens não sofre de ataques de pânico, é “drógado”) e a festa vai meter foguetes, porque multa eu não pago (felizmente não tenho Multibanco pelo que por muito que insistam, pagamento na hora não pode mesmo ser – cidadão previdente).

Depois, após ter-me juntado aos outros que como eu vão ajudar a entupir os hospitais, é ir juntar-me aos que como eu vão entupir os tribunais.
À cautela, talvez não seja má ideia passar por Santa Maria e pedir a quem de direito uma “declaração de padecimento de perturbação de ansiedade, vulgo Ataques de Pânico” e respectiva medicação associada. Assim à laia de declaração de demência, para não destoar do país.
publicado por joao moreira de sá às 11:19
link do post | opinar | favorito
Segunda-feira, 13 de Agosto de 2007

Opinião #35

Contratar médicos tarefeiros só para fazer abortos porque todo o quadro clínico de determinado hospital invocou objecção de consciência quando esses mesmos hospitais têm carência mas não podem contratar pediatras, cardiologistas, cirurgiões... A lei é para cumprir, é certo, mas não estaremos a confundir as prioridades?
publicado por joao moreira de sá às 07:52
link do post | opinar | outras opiniões (1) | favorito

Opinião #36

Às vezes questiono-me se os gurus da economia não vêm aquilo que o cidadão comum vê: que com os juros a continuarem a subir, tornando-se impossível pagar a prestação não resta outra solução senão não a pagar? Depois dá no que deu, bancos sem dinheiro.
Agora o BCE faz marcha-atrás e já não vai subir os juros em Setembro.
Pois é, mas por cá o cartel legal bancário já os subiu por antecipação. Agora como é, devolvem?
publicado por joao moreira de sá às 07:52
link do post | opinar | outras opiniões (1) | favorito

Opinião #33

Exemplo de burrocracia pura.
Em Portugal a imaginação dos legisladores consegue ser mais tortuosa do que qualquer argumentista de Hollywood. Cada receita médica tem 4 campos, onde teoricamente se podem receitar 4 medicamentos diferentes. Mas diz a lei que só se podem passar 4 embalagens por receita e nunca mais de 2 por medicamento.
Ou seja, se eu tomar regularmente 4 medicamentos – o que não é usual nos utentes que mais recorrem aos Centros de Saúde – o médico ou passa 2 receitas, ou tem que deixar um ou mais campos vazios caso atinja um total de 4 embalagens…
A consequência? Mais idas aos Centros de Saúde só para ir “buscar receitas, Doutor”.
Motivos por trás desta tortuosa legislação para além da simples burrice? Talvez. Cada ida ao Centro de Saúde rende uma Taxa Moderadora e são os médicos quem paga ao Ministério da Saúde as receitas (aproximadamente 25 cêntimos por cada uma).
publicado por joao moreira de sá às 07:51
link do post | opinar | favorito

Opinião #34

Os Presos das cadeias portuguesas vão passar a ter seringas e ácido cítrico para o consumo de droga. Sendo a droga é uma realidade, acautelar e saúde pública e os seus direitos não será criticável. Mas no fundo, facilitar não será uma fuga para a frente? O que se devia procurar não era acabar com a droga nas prisões? Não me venham com tangas, só entra se quiserem. Mas entra, porque todo o sistema lucra com isso. Não é a saúde pública nem os direitos dos prisioneiros que estão a ser defendidos e acautelados, são os lucros!
publicado por joao moreira de sá às 07:51
link do post | opinar | favorito
Quarta-feira, 8 de Agosto de 2007

Madeleine: Pais "furiosos" com notícias da imprensa portuguesa - jornais britânicos

Londres, 08 Ago (Lusa) - Os pais de Madeleine estão "furiosos" com as notícias veiculadas pela imprensa portuguesa de que a filha pode ter sido morta no apartamento e de que eles poderão ser suspeitos, revelam hoje os jornais britânicos.


Muito raramente uso palavrões e este é o primeiro post deste belogue que tem titulo próprio, mas apetece-me dizer alto e em bom português: FODA-SE QUE É PRECISO TER LATA!

No fim veremos... (mas eu para já, expulsava estas criaturas arrogantes deste país que não se tem cansado de os tentar ajudar).
publicado por joao moreira de sá às 11:05
link do post | opinar | favorito
Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

Opinião #31

No ciclismo não seria mais honesto legalizar o doping? Pessoalmente, ninguém me convence que pedalar centenas de quilómetros por dia durante uma ou duas semanas seja possível de forma natural.
Quem nunca se dopou que atire a primeira camisola amarela.
publicado por joao moreira de sá às 11:39
link do post | opinar | favorito

Opinião #32

A impunidade com que os Bancos ROUBAM os portugueses deixa-me entre o perplexo e revoltado.
Em Agosto subiram as taxas de juro do crédito à habitação, porque o fazem mesmo que o Banco Central Europeu se reúna para decidir não alterar a taxa de juro ou, como tentam fazer querer, por antecipação a uma "anunciada" subida que ocorrerá em Outubro.
O problema é que não só esta atitude já deveria ser ilegal, porque denota um claro cartelismo, como, o pior, se em Outubro a taxa de juro do Banco Central Europeu de facto subir, os Bancos voltarão a subi-las, o que faz com que, repetidamente, por cada subida de 0,25% acabemos por sofrer uma subida de 0,50%.
Talvez que acabar com as barracas em Portugal não tenha sido boa ideia. Ainda vão fazer muita falta.
publicado por joao moreira de sá às 11:39
link do post | opinar | favorito

Arcebispo de Cantuária

Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 43 anos. Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever. jmoreiradesa@gmail.com

links

arquivos

Setembro 2015

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

subscrever feeds

blogs SAPO