Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Opinião #51

 
É presunção? Pode ser. Mas se os senhores dos prémios de world music e da crítica que os seguem ouvissem com atenção Kátia Guerreiro, Ana Moura, Mafalda Arnauth, Cristina Branco, só para citar quatro, uma Mariza passaria completamente despercebida, enquanto fado, entenda-se. Na categoria Folklore talvez caiba.
 
publicado por joao moreira de sá às 09:24
link do post | opinar | favorito
5 comentários:
De papelustro a 23 de Outubro de 2007 às 12:31
Eu gosto da Cristina Branco, tenho todos os CD.Até agora é a única fadista de quem comprei discos.Inexplicável.A Mariza berra demais para o meu gosto.Mas quem sou eu? Especialista não sou, mas é verdade que acabamos por acreditar no que nos dizem os "especialistas".Mas, quem são os especialsitas?!!
De reivamba a 23 de Outubro de 2007 às 23:39
Concordo inteiramente consigo em matéria de considerar a Marisa, quanto ao fado. É uma produção snob de laboratório, um absoluto exagero, um extravagante egocentrismo. Nããããã !!!
De bmmaria7@gmail.com a 24 de Outubro de 2007 às 01:31
Não podia estar mais de acordo!
Céus! Como se pode gostar daquilo...mesmo quem gosta de fado!!!
De bmaria7@gmail.com a 24 de Outubro de 2007 às 01:35
Definitivamente é um abuso e um insulto a todos os que, realmente, cantam e para os que gostam de Fado!
Até sob o ponto de vista estético?!!!!
De Petrus a 24 de Outubro de 2007 às 12:26
Concordo, Mariza não cantou nada parecido com fado nos seus dois primeiros discos. Ouçamos, no entanto, com atenção o último disco onde, çraças a um grande produtor dos meandros do fado, Mariza se transfigura e se aproxima mais do que pretende parecer. Kátia Guerreiro é na minha modesta opinião a maior voz da nova geração do fado seguida de perto por Ana Moura. Mafalda Arnauth Fica num resgistro bastante abaixo e tem problemas de afinação. Mas continua a ser uma grande artista e como fadista mt superior à Mariza. Cristina Branco também não canta fado é um registo experimental que vai mais ao encontro do que há muitos anos já faz a Mísia.

Comentar post

Arcebispo de Cantuária

Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 43 anos. Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever. jmoreiradesa@gmail.com

links

posts recentes

Resistir à mudança ou ser...

Preocupam-me os velhos qu...

Durante quantos anos vão ...

Volta ao mundo em 80 espe...

"de Lisboa a Bruxelas são...

Tenho a casa a arder. Qua...

Saramago, o evangelizador

Ó senhores do Barclays, n...

O país tem furos!

As desculpas de Passos Co...

subscrever feeds

blogs SAPO